Fórum / Mão e Microcirurgia



A importância de não subestimar uma fratura

não sei se já aconteceu com vocês....

26/04/2021
26/04/2021

Esse é um daqueles casos que você sai do centro cirúrgico com a sensação de que o problema estava resolvido, mas quando o paciente retorna no ambulatório você chora!
Foi um caso que operei e deu ruim acredito que por uma falta de planejamento e habilidade. Nas fraturas distais do rádio não podemos negligenciar a borda volar da fossa semi-lunar.
Gostaria de saber como resolveriam esse caso se chegasse, desse jeito, no consultório de vocês?


Lucas Seiki
Lucas Seiki Yamauti
Médico Ortopedista e Traumatologista| Especialista em Cirurgia da Mão e Microcirurgia

334
4
0
2

Comentários

Fernando
Fernando Towata
A depender principalmente da disponibilidade de certos materiais! Algumas placas mais modernas conseguem "chegar"nessas fraturas além da Watershed Line. No SUS temos que partir pra augmentations, costumo usar fio de k passando pelo fragmento, entorto a ponta como se fosse o fio de k da banda de tensão de olécrano e enterro abraçando o lábio.
5
0
26/04/2021

Vitor
Vitor La Banca
Interessante!
Acho que como não especialista existe uma dificuldade grande em entender todas as complexidades de uma fratura do rádio distal.
Assim como outras fraturas articulares como tornozelo por exemplo, são muitas vezes mais difíceis do que parecem.
Claro que muitas fraturas ( principalmente não articulares ) vão continuar a ser tratadas por ortopedistas generalistas com bons resultados* mas creio que fraturas complexas vão ser melhores tratadas por especialistas ou colega com melhor experiência.


*https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/29922979/
3
0
27/04/2021

Whatsapp

Oi! Como o PedraMadeira pode te ajudar?